O Primeiro Monumento em Homenagem as Mulheres Negras da Dinamarca

0
81

Imponente e passando uma sensação de liderança, a primeira estátua pública de uma mulher negra em um país dominado por pessoas brancas, tem mais de 7 metros de altura e tem o intuito de honrar o legado de Mary Thomas.

A estátua da Rainha Mary foi inspirada na fotografia famosa do líder dos Panteras Negras Huey P. Newton e é de autoria da artista La Vaughn Belle.

O monumento encontra-se em Copenhague e nele Mary é retratada em um trono, segurando uma tocha e uma ferramenta usada para cortar cana.

Mary Thomas foi uma das três rainhas que chefiaram um importante levante que ficou conhecido como Fireburn, em 1878.

Mais de 50 plantações de cana foram queimadas no que foi considerada a maior revolta trabalhista da história da Dinamarca. Havia uma lei que ignorava o fim da escravidão e impedia que negros trabalhadores das plantações pudessem negociar salários melhores.

La Vaughn Belle

Em 1792 a Dinamarca proibiu oficialmente o tráfico de escravos, porém essa medida foi ignorada até 1848. Apenas depois de mais 11 anos é que teve fim a escravidão de homens e mulheres negros e muito dessa conquista se deve a revolução comandada por Mary Thomas.

A inauguração simbólica do monumento marca o encerramento da celebração anual que relembra a venda das Ilhas Virgens para os EUA, em 1917.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here