Minimalismo, arte, fotografia e design

0
406

Linhas simples, poucos elementos, muitas vezes cores neutras ou ausência de cor, seguindo a linha de que menos é mais, o minimalismo é descrito por muitos como um estilo de vida. Se apresenta em diversas áreas como, fotografia, artes plásticas, design, musica e literatura.

O movimento minimalista surgiu na década de 1960 em Nova York, a tônica do movimento era o mínimo de elementos e recursos possíveis, filosoficamente o minimalismo está ligado ao que realmente é essencial para a vida, deixando de lado futilidade e superficialidade.

Deis da década de 60 Richard Arthur critico de arte e filosofo, já acreditava que o minimalismo seria uma das maiores influencias para arquitetura, arte, musica design das próximas gerações.

Minimalismo nas Artes Plásticas

O minimalismo nas artes plásticas teve seu inicio na década de 1950, também em Nova York. Caracterizado por um pequeno grupo de cores, o que permite chamar mais atenção para as formas, geralmente geométricas e simples, muitas vezes simétricas e repetitivas. O minimalismo nas artes visuais tem também um foco em vencer os conceitos tradicionais,  suportam estruturas bi e tridimensional.

Minimalismo na fotografia

 Na fotografia, é um estilo que também segue a mesma linha das outras direções do minimalismo, pouco uso de cor, poucas informações, para chamar a atenção ao que realmente quer ser passado com a fotografia. Afinal quando tudo é  importante, nada é importante.

Criando uma narrativa visual, os poucos elementos da foto, são aliados e contam uma historia por si próprio.

Minimalismo no Design e Decoração

No Design minimalista é predominante o uso de cores neutras, muitas vezes moveis funcionais, e se mantem apenas do necessário nos espaços. Cores claras, paredes lisas, poucas texturas e objetos compõem um espaço minimalista.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here