A linda solidão dos Lençóis Maranhenses por Daniela Dragone

Um retrato sincero e introspectivo de um dos maiores pontos turísticos brasileiros.

0
529

Fotógrafa e advogada formada pela USP, com MBA pela FGV, Daniela se dedica a fotografia de rua e paisagens, desenvolvendo posteriormente projetos autorais. Participou de diversos workshops, em especial o de Fine Art no Instituto Internacional de Fotografia. Em 2013 participou de uma exposição coletiva em Santana do Parnaíba / SP. A maior motivação de Daniela é mostrar a beleza de assuntos pouco explorados e, nem sempre, considerados belos.

Com suas fotos nos proporciona um olhar sobre os ângulos e texturas da Lagoa Azul nos Lençóis Maranhenses . Os Lençóis Maranhenses compreendem 90 mil hectares de dunas permeadas por lagoas pluviais de águas transparentes.

“A minha fotografia é uma coisa muito introspectiva. As imagens que eu mais gosto, geralmente, remetem muito à solidão e até um pouco à tristeza, isso é algo recorrente no meu trabalho.”

“Sempre são pessoas sozinhas, ou casas sozinhas, é sempre a solidão que aparece mais em meu trabalho. Acho que tem esse viés, quando eu olho depois de pronto.”

Para conhecer mais da Daniela e seu trabalho, acesse sua página em nossa galeria.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here