Esporte e fotografia no trabalho de Gustavo Rezende

0
307

Gustavo Rezende é formado em publicidade e propaganda pela Universidade Anhembi Morumbi, lançou recentemente o seu site, onde divulga seus trabalhos e sua paixão pela fotografia de esportes radicais.

QUANDO E COMO SURGIU SUA PAIXÃO PELA FOTOGRAFIA?

Tive meu primeiro contato com a fotografia profissional quando meu pai resolveu abrir uma empresa de fotografia de eventos e cobertura de casamentos. Antes disso, sempre tive muita curiosidade e admirava quem era da área, mesmo sabendo muito pouco sobre como era a realidade de um fotógrafo. No início da faculdade eu não fazia ideia de que iria mais tarde a viver de fotografia. Decidi me desligar de tudo aquilo que não me cabia e enfatizar em minha vida minhas paixões: o esporte e a fotografia. Desde então me especializei em fotografias esportivas e aventura.

A MAIOR PARTE DO SEU TRABALHO É VOLTADA PARA O MUNDO ESPORTIVO, SOBRE TUDO OS ESPORTES RADICAIS. VOCÊ TAMBÉM PRATICA ALGUM ESPORTE? DE ONDE VEIO SEU INTERESSE POR ESSE LADO ESPORTIVO? 

Desde pequeno eu escalava os muros da casa da minha avó.  Sempre fui muito enérgico, e quando a galera queria jogar bola no recreio, eu queria pular o muro para saber o que tinha do outro lado. O que me deixou em contato direto com o estilo de vida dos esportes radicais foi o Skate. Andei de skate minha adolescência inteira e ainda arrisco algumas manobras e me arrependo por não ter participado de nenhum campeonato. Atualmente pratico Crossfit, vou à academia, faço travessias de montanha, escalo paredes, ando de bicicleta, corro, luto, e sempre estou pronto para aprender novas modalidades do esporte.

QUAL A MAIOR DIFICULDADE QUE PODE APARECER NA HORA DE FOTOGRAFAR?

Luz.

 QUAIS SÃO OS SEUS PLANOS COM A FOTOGRAFIA?

Propagar um estilo de vida saudável e livre. Estados de espírito que o esporte oferece, e onde você pode ter a capacidade de dar o seu melhor em todos os aspectos da sua vida.

QUAIS AS SUAS PRINCIPAIS REFERENCIAS?

Me inspiro no trabalho incrível do fotógrafo californiano Chris Burkard, nas paisagens do fotógrafo nascido nos países baixos Max Rive, no estilo incomparável do fotógrafo Benjamin Hardman, e nas perfeitas composições do fotógrafo Corey Jenkins, dentre outros excelentes que conheço.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here