Panning é o efeito ótico feito por uma câmera fotográfica com a velocidade de obturação lenta no qual é possível manter um assunto em foco ao mesmo tempo em que seu fundo fica com um efeito arrastado ou borrado.

Tudo está ligado à velocidade de obturação. Quando alta, você consegue captar imagens estáticas e congeladas. Quando lenta, você consegue um efeito de movimento.

John Rathwell on bike and skateboard to demonstrate panning for a Corel blog in Ottawa October 2, 2014.
Photo by Blair Gable

Como criar o efeito Panning?

  1. Escolha o seu alvo em movimento
  2. Defina a velocidade do obturador em algum lugar abaixo 1/60 th de um segundo (definir o ISO e f-stop para conseguir uma exposição adequada em torno de sua velocidade do obturador escolhido).
  3. Mova seu corpo e sua câmera no mesmo ritmo que o assunto em movimento
  4. Mantenha o objeto em foco e mantenha pressionado o gatilho da câmera para fotografar continuamente os quadros à medida que você se move com o assunto. Continue fotografando durante toda a rotação.

Acompanhe o objeto a ser fotografado

Quando usamos as velocidades mais baixas, acontece das imagens ficarem tremidas ou não atingirem o efeito desejado (em nosso caso o Panning). Desse modo, foque o seu assunto que está se movendo e acompanhe a câmera junto com ele. Clique e comece a fazer as imagens seguindo o seu assunto com a câmera.

Tripé ou Monopé?

Não é uma exigência para conseguir o Efeito Panning, mas, se possível, use um tripé ou monopé para ter certeza que não haja movimento fora do objeto a ser congelado, o que borraria toda a foto em vez de só o fundo. Tais equipamentos auxiliam com uma mobilidade maior.

Usando o flash

Para garantir que algo será nítido o suficiente, use o flash da câmera e defina para sincronização de 2ª cortina, uma técnica em que o flash dispara no final da exposição. Quando você combina está sincronização com velocidades de obturação mais baixas, um efeito de desfoque resulta da combinação entre a luz ambiente da cena com o flash, dando-lhe padrões de fluxo de luz que seguem o seu objeto em movimento, já o movimento do objeto será congelado no final do fluxo de luz.

O grande truque é utilizar algumas leis da física a seu favor: acompanhar com a sua câmera o objeto em foco irá anular sua movimentação. Deixando-o com efeito congelado e o fundo desfocado dará o tal efeito arrastado ou borrado, parecendo estar em movimento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here