Arquiteto que trabalha na área terapêutica radiestesista e geobiólogo, Vitor Santos falou um pouco do seu dia a dia para nossa revista, além de nos explicar mais a respeito do Feng Shuifalou como utiliza a técnica em suas decorações e qual a importância dos quadros em seus ambientes.

Qual sua área principal de atuação?
Sou arquiteto que trabalha na área terapêutica. Eu trabalho mais com o lado espiritual do próprio cliente. Sou formado em Feng Shui e é a técnica que eu mais utilizo para a parte de decoração
O que é o Feng Shui?
É uma corrente de pensamento. Estabelece uma relação yin/yang, os ideogramas Feng e Shui (respectivamente Vento – yang, e Água – yin) que representam o conhecimento das forças necessárias para conservar as influências positivas que supostamente estariam presentes em um espaço e redirecionar as negativas de modo a beneficiar seus usuários.

 

Como você começa a montar um ambiente?
Eu começo realizando um relatório individual do cliente, eu gosto de trabalhar mais o lado espiritual dele. O ambiente então deve ser montado para se adaptar a personalidade e estilo de vida dele. Eu sempre uso a planta do imóvel para traçar as linhas energéticas que passam sobre a residência.
Como funciona esse mapeamento?
O mapeamento é realizado através do diagnóstico das linhas magnéticas e das linhas de umidade, devido aos lençóis freáticos que passam pela residência.

 

 

Qual a importância de quadros na decoração mais espiritual da casa?
Os quadros e as cores dos mesmo influenciam demais na decoração espiritual do Feng Shui. Cada cor mais presente no quadro pode atrair e transmitir uma sensação para os moradores. Exemplo: Verde traz a esperança enquanto muito azul pode trazer mágoa. Mas o mais importante é ter arte dentro de casa, para dar a sensação de individualidade e personalidade.
Que tipos de quadros não seriam legais para ter dentro da residência?
Não recomendo artes cubistas, como Picasso. O cubismo traz a ideia do fatiado e do quebrado que atrai energias negativas para a saúde das pessoas do ambiente. Assim como não recomendo artes religiosas dentro do quarto pois é um momento mais íntimo do casal e essa intimidade pode ser considerada profana e a arte religiosa vai sempre trazer esse ideia de “errrado” para esses momentos

 

Qual obra da galeria você colocaria em um ambiente de trabalho? Por quê?
Eu colocaria as Black Faces, ela remete a ideia de manter a cabeça erguida. Sempre focadas e sempre sérias. Essa imagem vai trazer todas essas emoções e energias pro trabalho.

 

E qual que traz mais paz para você?
Todas são muito bonitas, mas minha obra favorita do acervo de vocês é The Last Fisherman, do Weerapong Chaipuk. Ela transmite a resiliência do pescador e a tranquilidade do ambiente em que ele esta. Um quadro que eu definitivamente colocaria no meu escritório.

 

The Last Fisherman – Weerapong Chaipuck

COMPARTILHAR
Artigo anterior5 Imagens de São Paulo para decorar a sua casa
Próximo artigoElementos, estruturas, cores e luz por Brian Xavier
Estudou cinema na NTFS( UK), Administração de Empresas na FGV e Química na USP. Trabalhou com fotografia, cinema autoral e publicitário em Londres nos anos 90 e no Brasil desde então. Sua formação lhe conferiu entre muitas qualidades, uma expertise em estética da imagem, habilidade na administração de conteúdo e pessoas e conhecimento profundo sobre materiais. Por muito tempo Paulo participou do cenário da produção artística em Londres, Paris e Hamburgo de onde veio a inspiração para iniciar o Arteref no Brasil: Um local para unir pessoas com um mesmo interesse, a arte contemporânea. Faz o contato e organiza encontros com os curadores, artistas e colecionadores que representam o conteúdo do qual falamos no News

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here