5 pinturas clássicas que remetem ao Halloween

Essas obras são assustadoras e belas, qual é a sua favorita?

0
181

Seres sobrenaturais povoam nosso imaginário desde que existimos, tanto de maneira individual, quanto em relação à história da humanidade. Bruxas, monstros, mortos-vivos, fantasmas e outras criaturas são criadas como personificações dos medos e inseguras inconscientes, além de ameaças e situações desconhecidas, porém, reais, redesenhadas pela imaginação humana.

A seleção de obras aqui abrange diversos períodos. Trata-se de pinturas de alguma forma lembram do Dia das Bruxas, ou seja, a maior parte dos artistas, sobretudo os mais antigos, não tiveram alguma intenção de fazer referência à festa, que é comemorada da forma que conhecemos há não tanto tempo. Eles fazem alusão, ao contrário, à esses medos inconscientes e aos personagens e histórias que os representam.

Hans Baldung Grien, A donzela e a morte.
Imagem também bastante frequente no final da Idade Média, representa a morte como um esqueleto perto de uma jovem mulher para lembra-la de que a beleza e as vaidades humanas são efêmeras.

Johann Heinrich Füssli, O pesadelo, 1790-1791.
Nessa obra, o artista representa os medos inconscientes que nos aparecem em forma de sonho na forma de um cavalo espectral e um pequeno animal de chifres pontudos como aqueles do demônio.

Francisco de Goya, As Bruxas.1797
A técnica de Goya e seu uso das cores escuras são perfeitos para conferir um ar sombrio às obras.

Johann Heinrich Füssli, As três bruxas, 1783.
Aqui, Füssli representa as três bruxas de Macbeth, peça de Shakespeare. Notem que bruxas sempre aparecem em trio, esse número sendo extremamente símbolo. Também não podemos deixar de lembrar das Parcas, ou Moiras, da mitologia greco-romana, as três mulheres sombrias que tecem a tapeçaria do destino e são responsáveis por cortar o “fio da vida”.

Michael Wolgemut, Dança Macabra.
A dança macabra, ou seja, esqueletos dançando entre eles ou com seres humanos, foi frequentemente representada à partir do século XIV, devido às novas concepções da morte e ao medo desta em uma Europa assolada pela peste negra.
Walt Disney usou o motivo para criar uma pequena animação divertida na qual esqueletos dançam.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here